quinta-feira, 24 de novembro de 2011

O Nome do Vento - Patrick Rothfuss



Bem, digamos que... não gostei... adorei! :)

Apesar do tamanho assustador deste livro, devorei-o em duas semanas. A fonte das letras também contribui para o tamanho do livro, já que é bastante grande. A escrita de Rothfuss é bastante fluída e faz-nos viajar até ao mundo de Kvothe, e à história que Kote conta.

O mundo criado tem fantasia em doses q.b., daí ter compreendido porque tantas pessoas gostaram deste livro, o que me despertou a curiosidade. As personagens estão muito bem construídas, deste o próprio Kvothe, o Kote, e a Denna que gostei bastante, até às mais pequenas. Não quero ser spoiller, mas a duplicidade de Kvothe/Kote é fenomenal, a minha imaginação ganha asas só de pensar no que tornou Kvothe em Kote, mas penso que seja informação para o fim deste segundo livro ou para o terceiro.

Enfim, recomendo! É para ser "devorado", assim como os próximos que aí vêm...

A minha avaliação: *****

1 comentário: