terça-feira, 9 de agosto de 2011

Doces Aromas - Agnès Desarthe


Este livro fez-me lembrar uma personagem do "Sapatos de Rebuçado" da Joanne Harris: a mudança de identidade, e a acumulação de personalidades...

O livro está centrado numa personagem e nela apenas: Myriam. Nas suas memórias, pensamentos e devaneios, exige uma concentração absoluta por parte do leitor, que não pode deixar escapar nenhum detalhe das memórias da personagem, que está muito autêntica e bem construída.
Depois de muitas profissões Myriam concentra-se na construção de um restaurante, pela sua experiência em cozinha. Por estarmos tão ligados a ela, quando Myriam cozinha, é como se o estivéssemos a fazer também, sentindo o cheiro dos "Doces Aromas" no ar e a textura dos alimentos nas nossas mãos.

Revelou-se fantástico e dramático ao mesmo tempo, pois a história de vida da Myriam não é das mais felizes.

A minha avaliação: ***

Sem comentários:

Enviar um comentário